Fernanda Campos Brasil

Fernanda Campos Brasil de Paula nasceu em São Bento do Sapucaí (SP), em 14 de dezembro de 1983.
Em 2002, iniciou sua graduação em Serviço Social na cidade de Taubaté, UNITAU. Formou-se em 2006. Já em 2007, iniciou sua carreira profissional no CRAS – Centro de Referencia de Assistência Social na cidade de Brazópolis, desenvolvendo vários projetos, sendo técnica de referência no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, PETI- Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, PROJOVEM, Programas Habitacionais e Programa Bolsa Família e BPC na Escola.
No ano de 2012, regressou para sua cidade natal, Paraisópolis, onde atua no CRAS e SCFV. Foi também Supervisora Acadêmica no curso EAD de Serviço Social pela UNITINS, Universidade de Tocantins, com Pólo em Paraisópolis, coordenando diversos alunos em seus campos de estágio.
Atualmente leciona como professora de Humanização no curso de Técnico de Enfermagem na Fundação Educacional de Paraisópolis.
Ao longo de sua carreira, Fernanda participou de diversos cursos, capacitações e conferências espalhadas pelo Brasil, com ênfase no CAPACITASUAS – vigilância socioassistencial e controle social.

As relações comunitárias e o trabalho do CRAS

As relações comunitárias e o trabalho do CRAS

Além de ofertar serviços e ações de proteção básica, o CRAS possui a função de gestão territorial da rede socioassistencial, promovendo a organização e a articulação das unidades a ele referenciadas e o gerenciamento dos processos nele envolvidos. Para que isto ocorra, é de fundamental importância que Poder Publico e Órgão Gestor da Política de Assistência Social mantenha fortificadas as relações comunitárias, uma vez que é a partir daí que será organizada e potencializada tal política publica. Neste texto, serão abordadas as principais ferramentas para que se efetivem estasContinue lendo